NOTÍCIAS

16/11/2016

O Pantanal é patrimônio nacional’: protegendo a maior planície alagável do planeta

Ocupando um território que se estende por Brasil, Paraguai e Bolívia e abriga 4,700 espécies, o Pantanal é ameaçado pelo desmatamento e pela agropecuária. Mas alguns de seus habitantes encaram o desafio de proteger essa região única.

No interior de um avião monomotor, cuja fuselagem reproduz as manchas das onças-pintadas, Ângelo Rabelo verifica alguns dados num pequeno laptop. “Estamos nos aproximando de uma nascente!” diz ele, aos gritos, a fim de vencer o barulhento propulsor da aeronave.

Lá embaixo, num trecho em que banha o estado do Mato Grosso, o rio Paraguai serpenteia por entre áreas de mata e grandes extensões de terra ocupadas por propriedades agrícolas. O avião sobrevoa uma imensidão descampada, destinada ao cultivo da soja, onde predominam os tons marrom-claros e o aspecto árido. Uma estreita faixa de árvores separa a lavoura do curso d’água, em que jaz uma nascente pulsante.

Rabelo é presidente da ONG - Instituto Homem Pantaneiro que luta pela preservação da região pantaneira, monitorando rios e estimulando a população local a adotar práticas sustentáveis. O rio Paraguai “funciona como a principal artéria, irrigando as veias do corpo do Pantanal– se essa artéria for obstruída, o corpo inteiro entra em colapso,” diz ele.

Leia mais:

https://www.theguardian.com/global-development-professionals-network/2016/nov/12/pantanal-conservacao-planicie-alagavel-paraguai-bolivia

 
VOLTAR
Instituto Homem Pantaneiro © 2015.