NOTÍCIAS

25/10/2019

Torre que vai melhorar sinal de comunicação no Pantanal começa a ser instalada

Aeronave do EsqdHU-61 está apoiando no transporte do material para instalação

Começou a ser instalada nesta quinta-feira, 24 de outubro na Serra do Amolar a nova torre que vai melhorar o sistema de comunicação via rádio da Rede de Proteção e Conservação da Serra do Amolar (RPCSA), das empresas de navegação e dos navios da Marinha, assegurando desta forma a ampliação da comunicação que se estenderá por 80 km na planície pantaneira, entre Corumbá (MS), Cáceres (MT) e a fronteira com a Bolívia. Essa inovação é fruto de uma parceria entre o Comando do 6° Distrito Naval – Marinha do Brasil, Instituto Homem Pantaneiro (IHP) - RPCSA e Grupo Miguéis de Turismo.

A torre será utilizada pelos navios da Marinha, pela equipe de pesquisa e conservação do IHP e também por barcos-hotéis que trafegam na região, facilitando a comunicação com o porto, sobretudo em casos de emergência.

Os equipamentos de rádio foram fornecidos pelo Grupo Migueis, enquanto a instalação está sendo feita por uma equipe técnica do IHP e com o apoio da Marinha, que também ficará com a parte da manutenção do equipamento. O apoio terrestre e acesso nas áreas da Serra do Amolar fica sob responsabilidade do IHP.

Aeronave do 1° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Oeste (EsqdHU-61) está apoiando no transporte do material da reserva da Acurizal até a Morraria de Arenito – localizada na Serra do Amolar para a instalação do equipamento. São 5 toneladas de material que vão subir para o morro e estão sendo baldeados 180 quilos de material por vez no helicóptero.

 

Estão sendo baldeados 180 quilos de material por vez no helicóptero

 
VOLTAR
Instituto Homem Pantaneiro © 2015.